O Festival

FIAR 3 promove encontro das redes de artes visuais no Recôncavo

De 29 de fevereiro a 3 de março de 2012,  festival reúne atividades artísticas e coletivas que vão interagir com a paisagem histórica e a vida cultural da região

Mais do que uma série de oficinas e intervenções, o FIAR 3 é o Encontro de Redes de Artes Visuais no Recôncavo Baiano. A programação traz artistas, grupos, performances, trocas de ideias e experimentações que promovem ações artísticas integradas à atmosfera local. Em sua terceira edição, o festival acontece de 29 de fevereiro e 3 de março nas cidades de Cachoeira e São Félix.

“’Fiar é fazer rede, e o FIAR 3 se propõe como um festival de intervenções no qual os residentes são alicerces de redes artísticas em suas localidades. Justamente por entender que em outro momento esses grupos já realizaram um mapeamento de grupos e artistas individuais em seus territórios de origem, cabendo ao festival proporcionar um espaço de encontro de redes, na construção de um contexto mais amplo de produção e circulação artística”, explica Tininha Llanos, curadora e produtora executiva do festival.

Oito diferentes grupos e artistas independentes nacionais e internacionais vão desenvolver intervenções urbanas e audiovisuais nas localidades centrais e rurais da região do Recôncavo.  A ideia é que o cenário histórico e o legado cultural da região interajam com os olhares da produção contemporânea, através de práticas coletivas. Dessa forma, as atividades vão se relacionar com a vida e os diferentes processos das cidades.

“Neste momento o festival se incumbe não somente da transformação do Recôncavo Baiano através de instalações e performances, mas também do fortalecimento de um corpo mais amplo de artistas de intervenção em âmbito nacional e internacional.”

Neste ano, o FIAR 3 traz, por exemplo, a participação do DESISLACIONES, uma rede de artistas e coletivos de arte da América Latina, criada em 2006.

O FIAR 3 já faz parte da programação cultural do Recôncavo. Ele é fruto da experiência do Salão de Artes Audiovisuais do Recôncavo, que trouxe para a região uma programação extensa de exibições, performances e workshops. Desde a primeira edição do FIAR, o objetivo foi aperfeiçoar a força de mobilização dessas expressões artísticas, propondo o desenvolvimento de obras que se relacionem com o ambiente de realização durante seu processo.

A programação do festival está disponível em http://FIARbahia.wordpress.com/, que também será um espaço de trocas, comunicação e produções criativas de conteúdo no decorrer do evento.

Neste ano, o FIAR 3 tem apoio da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), através do Fundo de Cultura, e da Fundação Nacional de Artes (Funarte), integrando a Rede Nacional das Artes.

Segue abaixo o grupo de artistas que irá participar do FIAR este ano:

Conforme prometido, os contatos.

O FIAR 3 que irá ocorrer em 2012 terá os seguintes artistas, coletivos e redes:

Rosa Apablaza – Desislaciones – Chile


WG e Gilsão – MucambuNuspano – Piauí 


GIA – BA


Felipe Brait – Frente Três de fevereiro – SP


Ricardo Brazileiro – PE  


José balbino- BA 


Patrícia Francisco – RS 

Coletivo Rádio Amnésia 

Surto Coletivo – Cachoeira –  BA

Opavivará  –  Rio de Janeiro